domingo, 30 de outubro de 2011

Petrobras cria troféus com rocha do pré-sal para GP Brasil de Fórmula 1

Os três primeiros colocados e a equipe vencedora do Grande Prêmio Petrobras do Brasil de Fórmula 1, que será disputado no dia 27 de novembro, em São Paulo, receberão da Petrobras um prêmio raro e inédito na história do esporte mundial. Os vitoriosos da prova ganharão quatro troféus nos quais serão incrustadas rochas retiradas do pré-sal. 

A iniciativa faz parte da campanha "Do Fundo do Mar ao Topo do Pódio - O Troféu mais Valioso do Mundo"

A ideia de usar a rocha extraída do pré-sal é traçar um paralelo entre o longo caminho percorrido pelos pilotos e pela Petrobras para atingir seus objetivos. "Conhecimento, tecnologia, muito talento, dedicação e trabalho em equipe são aspectos fundamentais que nos levaram às descobertas do pré-sal. Estes atributos são os mesmos que os pilotos de F1 usam para superar os desafios enfrentados na preparação e durante cada corrida, sendo decisivos para o sucesso", afirma Jeferson Kinzel, gerente-geral de Gestão de Projetos Exploratórios da Petrobras.

Após o GP de Abu Dhabi (13/11), o público poderá conhecer os troféus com a pedra extraída a cerca de cinco mil metros de profundidade em exposições em São Paulo (Shopping Eldorado e Aeroporto de Congonhas), Rio de Janeiro (New York City Center) e Brasília (Aeroporto Juscelino Kubitschek), entre os dias 14 e 26 de novembro. Na ocasião, a elaboração do troféu será mostrada em vídeos e na internet. 

A saga da rocha do pré-sal até os quatro troféus do GP Petrobras do Brasil de F1 será contada, ainda, por meio de uma série de iniciativas multimídia, compostas por vídeos publicados no site da Petrobras, campanha publicitária, ações promocionais e um concurso cultural nas redes sociais. 

Agência Petrobras


--

rede web de informação e cultura