quarta-feira, 24 de agosto de 2011

José Márcio Leão é um dos destaques do Circuito CAIXA no Recife

Leão: destaque entre pernambucanos | Luiz Doro/ adorofoto

Fundista vai se concentrar nas etapas da competição em busca dos primeiros lugares no ranking brasileiro; prova na estreante capital pernambucana será neste domingo (28/8)

Revelação entre os fundistas pernambucanos, José Márcio Leão da Silva vai entrar na briga pelos primeiros lugares do ranking brasileiro de corredores de rua neste domingo (28/8), na estreia do Circuito de Corridas CAIXA no Recife. O jovem fundista, de 20 anos, se destacou com o primeiro lugar na etapa de Belo Horizonte da competição, em maio, surpreendendo os favoritos ao pódio. Mas, em estratégia traçada com seu técnico, preferiu se concentrar nas disputas mais fortes deste segundo semestre. A prova de Pernambuco terá largada às 8 horas na Praça do Marco Zero, com percursos de 5 km e 10 km.

"Muitos atletas começam a disputar as provas que valem pontos para o ranking brasileiro logo no início do ano, e não têm forças para chegar até o final. O Leão e os outros dois fundistas que treinam aqui, Marcos Antônio Pereira e Jair José da Silva, vão se voltar agora para o Circuito CAIXA, que está com provas mais fortes neste semestre", explica Adegilson Mendes da Silva, o Bingo, que orienta os três atletas em Garanhuns, região serrana de Pernambuco. "Eles vão entrar menos desgastados que os outros, e principalmente o Leão pode dar um susto no Giomar Pereira, que é o líder do ranking."

José Márcio Leão, de 20 anos, começou a correr ainda aos 10, mas conseguiu se destacar em 2010, quando foi integrado à equipe B do Cruzeiro, tradicional clube de Minas Gerais, e conquistou resultados como a vitória na Meia Maratona de Natal. Nesta temporada, passou a fazer parte da equipe principal do clube e estreou no Circuito CAIXA com o primeiro lugar na etapa de Belo Horizonte, surpreendendo o baiano Giomar. Leão ainda foi o 9º colocado na Meia Maratona do Rio de Janeiro, no último domingo (21/8), desempenho que o coloca como um dos favoritos ao topo do pódio no Recife.

"O Leão liderou a prova sozinho até o km 13, bem à frente dos quenianos. Como forçou bastante o ritmo, acabou se desgastando e não conseguiu manter a liderança. Mas fez o melhor tempo da sua carreira nos 21 km, com 1h03min23. E foi só a sua segunda meia maratona. Pelo desempenho dele, considero uma vitória", ressalta Alexandre Minardi, técnico do Cruzeiro. Com o resultado no Rio de Janeiro, o fundista alcançou o 14º lugar do ranking brasileiro, somando 46 pontos.

Leão treina em Garanhuns, sua cidade-natal, na região serrana de Pernambuco. Graças à localização no Planalto da Borborema, altitude máxima de 1.030 m e clima de montanha (com temperaturas médias de 21 graus), a cidade se transformou num pólo de fundistas. Corredores pernambucanos e de outros Estados treinam no local, caso de Ênio Kleiton de Lima, campeão da Maratona Maurício de Nassau, e que também estará na disputa do Recife, e do próprio líder do ranking brasileiro, Giomar Pereira.

"Garanhuns é a Campos do Jordão do Nordeste. Não é tão frio, mas é um ótimo lugar para os atletas treinarem. Como fica perto da capital (230 km), Recife, os fundistas não precisam se deslocar para outros Estados", explica o técnico Bingo. "Para o Leão, o Marcos Antônio e o Jair, poder treinar aqui e correr no Recife é muito bom."

Duelo de líder e vice-líder do ranking no Recife

Além dos pernambucanos, a prova de estreia do Circuito CAIXA no Recife contará com uma elite masculina forte, com 22 fundistas, sete deles entre os dez primeiros do ranking brasileiro. O duelo entre o líder Giomar Pereira (147 pontos) e o vice-líder Eliésio Miranda (125 pontos) será um dos pontos altos da prova, já que a vitória vale também o primeiro lugar na classificação geral.

O pelotão de elite masculino conta ainda com Rosivaldo Moreira da Silva (3º, com 108 pontos), Sivaldo Santos Viana (5º, com 94 pontos), Adelson Alves Rodrigues (6º, com 89 pontos), Laelson da Silva Santana (9º, com 55 pontos), Luis Paulo da Silva Antunes (10º, com 50 pontos), Luiz Antônio Campos Jr e Antônio Wilson Souza Lima (ambos em 11º, com 49 pontos), entre os principais fundistas. O queniano Paul Koech Kimutai, vencedor das últimas duas etapas do Circuito CAIXA, em Campo Grande (7/8) e Fortaleza (14/8), também é candidato ao pódio no Recife.

Mais importante competição de corridas de rua do País, o Circuito CAIXA tem a chancela da CBAt. São 11 as etapas disputadas em nove Estados do Brasil - Recife é estreante e foi incluído no calendário este ano. O Circuito tem grande importância para os atletas de elite porque todas as 11 corridas valem pontos para o ranking brasileiro de provas de rua. Os dez primeiros colocados no ranking garantem o patrocínio da CAIXA em 2012.

O Circuito CAIXA é uma realização da HT Sports, com patrocínio da CAIXA Econômica Federal. A Centauro é a loja oficial do Circuito, que tem apoio da Marathon, isotônico oficial. No Recife, conta ainda com o apoio da Prefeitura do Recife, da rádio Jovem Pan Recife, da Água Mineral Indaiá e da Ótica Oculum, além da supervisão técnica da CBAt e da Federação Pernambucana de Atletismo.

Mais informações em www.circuitocaixa.com.br / http://twitter.com/circuitocaixa

via Local
-- 
FarolCom | Coletivo de Imprensa
rede web de informação e cultura