quarta-feira, 2 de maio de 2012

Scheidt e Prada buscam o tri campeonato mundial em Hyères

Scheidt é líder do ranking mundial com Prada | Luiz Doro/adorofoto

Bicampeões do mundo na Star em 2007 e 2011, os velejadores disputam o terceiro título em Hyères a partir de quarta-feira

São Paulo - Dando continuidade aos treinamentos para os Jogos Olímpicos de Londres, a dupla Robert Scheidt e Bruno Prada disputa a partir deste sábado (5/4) o Mundial da classe Star. O evento será realizado em Hyères,na França, mesma raia onde, na semana passada, foi disputada a Semana Olímpica Francesa. Líderes do ranking mundial da Star, os dois conquistaram o título da competição em 2007 e 2011.

"O Mundial é um pouco diferente dos outros campeonatos, porque são apenas seis regatas, mais longas. Será duríssimo, pois ainda estão em disputa quatro vagas olímpicas, e devemos ter 18 países não classificados buscando essas vagas", disse o proeiro Bruno Prada.

A competição contará também com todos os velejadores que estarão em Londres, como os atuais campeões olímpicos, os britânicos Iain Percy e Andrew Simpson, que acabaram de ganhar a Semana Olímpica Francesa na mesma raia, na semanaa passada, os neozelandeses Hamish Pepper e Hamish Pepper e Jim Turner e os suecos Fredrik Loof e Max Salminen. Além de Scheidt e Prada, outras duas duplas brasileiras estarão na disputa: Alessandro Pascolato e Henry Boening e Gastão Brun e Gustavo Kunze.

A regata de abertura será disputada na sexta-feira (4/5) e é motivo de superstição para os velejadores. De acordo com a "teoria", quem vence essa primeira prova, sem pontuação na classificação geral, não vai bem na competição. Por isso a maioria dos competidores opta por não cruzar a linha de chegada. Como o campeonato termina dia 11 de maio, a organização deverá realizar apenas uma regata por dia, a partir do dia 5. O dia 9 será dia reserva.

Após o Mundial, a dupla segue para a raia olímpica de Weymouth, onde disputará mais uma etapa da Copa do Mundo e fará dois períodos de treinos, como preparação para os Jogos de Londres. Scheidt e Prada voltarão a usar o PStar, barco americano com o qual venceram o Mundial de Perth, em 2011, e escolhido para a Olimpíada.

Robert Scheidt tem patrocínio do Banco do Brasil, Prada, Gocil e Rolex. Robert Scheidt e Bruno Prada têm o apoio do Comitê Olímpico Brasileiro e da Confederação Brasileira de Vela e Motor.

Sobre a Gocil
Uma das líderes do mercado de segurança empresarial, eletrônica e pessoal, a Gocil atua no Brasil há mais de 30 anos. Além da sua sede em São Paulo, a empresa também possui filiais na Bhia, em Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul, onde tem 15 mil colaboradores e atende a mais de 400 clientes. A Gocil atua de forma única, integrando pessoas, processos e tecnologia de ponta, tanto no segmento corporativo como no público.

Mais informações no site www.robertscheidt.com.br

via Local da Comunicação
-- 
INFORMAÇÃO | CULTURA | SERVIÇO