domingo, 6 de maio de 2012

Scheidt e Prada assumem a segunda colocação no Mundial de Star

Dupla subiu cinco posições no Mundial | Divulgação

A dupla brasileira Robert Scheidt e Bruno Prada teve um ótimo segundo dia de competições no Mundial de Star. Com o vento mais fraco, os dois conseguiram o segundo lugar na única regata deste domingo e subiram para a segunda posição da competição, com nove pontos perdidos. Os lideres são os irlandeses Peter O'Leary e David Burrows, com sete pontos perdidos.

"Foi um dia importante, pois vários favoritos foram mal classificados e com o bom resultado de hoje nós ainda não precisamos gastar o descarte. Nesta segunda-feira a previsão é de ventos fortes e o importante é continuar se mantendo entre os 10 primeiros", disse o proeiro Bruno Prada.

Diferente da primeira regata, neste domingo a dupla conseguiu acertar o lado correto da raia, rondando a primeira boia na sexta colocação. Já no popa Scheidt e Prada subiram para 3º e, no contra-vento seguinte lideravam a regata. A posição foi perdida na linha de chegada para a dupla suíça liderada por Flavio Marazzi.

O evento, em Hyères, na França, reúne os melhores velejadores do mundo e vale como disputa pelas últimas quatro vagas olímpicas. Scheidt e Prada tentarão o tricampeonato. Eles venceram o Mundial em Cascais, Portugal, em 2007 e em Perth, na Austrália, em 2011.

Classificação da Star após a segunda regata:
1º Peter O'Leary/David Burrows, Irlanda, 7 pontos perdidos
2º Robert Scheidt/Bruno Prada, Brasil, 9 pp
3º Iain Percy/Andrew Simpson, Inglaterra, 13 pp
4 º Flavio Marazzi/Enrico de Maria, Suíça, 15 pp
5º Fernando Echavarri/Fernando Rodriguez, Espanha, 15 pp
6º Robert Stanjek/Frithjof Kleen, Alemanha, 16 pp
7º Xavier Rohart/Pierre Alexis Ponsot, França, 20 pp
8 º Hamish Pepper/Jim Turner, Nova Zelândia, 23 pp
9º Mateusz KuszNierewicz/Dominik Zycki, Polônia, 25 pp
10 º Michael Hestbaek/Claus Olesen, Dinamarca, 28pp

Após o Mundial, a dupla segue para a raia olímpica de Weymouth, onde disputará mais uma etapa da Copa do Mundo e fará dois períodos de treinos, como preparação para os Jogos de Londres. Scheidt e Prada voltarão a usar o PStar, barco americano com o qual venceram o Mundial de Perth, em 2011, e escolhido para a Olimpíada.

Robert Scheidt tem patrocínio do Banco do Brasil, Prada, Gocil e Rolex. Robert Scheidt e Bruno Prada têm o apoio do Comitê Olímpico Brasileiro e da Confederação Brasileira de Vela e Motor.

www.robertscheidt.com.br

Juliana Leite e Mariana Peccicacco | Local
--
INFORMAÇÃO | CULTURA | SERVIÇO