segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Mário Jr. ganha 50 km na Copa Brasil de Marcha e garante vaga no Sul-Americano

Mário Jr. no alto do pódio  / João Pedro Nunes/CBAt

Calor forte do domingo tornou a prova lenta e impediu que marchador do Clube BM&FBOVESPA conseguisse também o índice para a Copa do Mundo

O marchador Mário José dos Santos Júnior, do Clube de Atletismo BM&FBOVESPA, venceu, neste domingo (5/2), a Copa Brasil de Marcha 50 km, com o tempo de 4h16min31. Mário ficou à frente de Claudio Richardson (AABB de Currais Novos, com 4h19min50) e de Luiz Felipe dos Santos (Assem, de São José dos Campos, com 4h27min29). A Copa foi a primeira prova do calendário de 2012 da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt), em Barueri, São Paulo. Mário foi muito superior aos adversários, mas não obteve o índice para a Copa do Mundo de Marcha, em maio, em Saransk, na Rússia, como planejava.

A prova teve largada às 6h30, com 21 graus, e terminou quatro horas depois com quase 32 graus. O forte calor de São Paulo nos últimos dias não permitiu uma prova mais veloz - até porque são 50 km, um enorme desgaste - e os atletas tiveram de desistir de buscar o índice, de 4h01min21, para a Copa do Mundo. Mas a prova também valia vaga para o Sul-Americano de Guaiaquil, no Equador, e Mário Jr., do Clube de Atletismo BM&FBOVESPA, assegurou classificação.

"Eu estava bem preparado, treinei para isso e, apesar do calor e do sol, cheguei bem, sem nenhum problema", disse Mário. Desde o meio da semana, o marchador torcia por uma temperatura amena neste domingo, mas isso não ocorreu. Agora, Mário, medalhista pan-americano em Santo Domingo/2003, planeja tentar novamente o índice para a Copa do Mundo e ainda melhorar sua melhor marca pessoal numa competição na Europa, no mês que vem. Mário é o recordista brasileiro da prova, com 3h58min30, marca feita numa Copa do Mundo na Rússia, em Cheboksary/2008. "Estou perseguindo esse recorde há dois anos e estou preparado para baixar essa marca, mas numa prova como essa muitas coisas contam."

O técnico Adauto Domingues, do Clube BM&FBOVESPA, comemorou o fato de Mário não ter se desgastado muito em Barueri. "Acho que depois de uma semana de descanso já poderá voltar aos treinos, focando primeiro a Copa do Mundo e depois a Olimpíada de Londres", disse Adauto.

"Felizmente tenho uma bagagem de treino que me deu facilidade para uma recuperação mais rápida. Eu paro cinco dias, no total. E após três semanas em relação a essa prova já vou estar treinando com qualidade", acrescentou Mário Jr.

O Clube de Atletismo BM&FBOVESPA integra o Instituto BM&FBOVESPA e tem parceria com a Nike, o Pão de Açúcar e a Prefeitura de São Caetano. www.clubedeatletismo.org.br

via Contrapé
-- 
INFORMAÇÃO | CULTURA | SERVIÇO