sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

LDO - Flamengo é campeão

Bauru e Flamengo fizeram jogo equilibrado até o último lance |  Gilvan de Souza/LNB

Em jogo emocionante, rubro-negro supera Bauru no último segundo e conquista o título em casa

Foi sofrido, na raça, do jeito que a torcida rubro-negra está acostumada. Com um arremesso salvador de Ricardo a um segundo do final, o Flamengo superou o Itabom/Bauru, 70 a 68 e sagrou-se o campeão da primeira edição da Liga de Desenvolvimento Olímpico (LDO), fazendo a festa da dos torcedores que estiveram no Ginásio do Tijuca, nesta quinta-feira (29).

O cestinha da partida foi o pivô André, de Bauruque anotu 20 pontos e conquistou um duplo-duplo, com 16 rebotes. Pelo Flamengo, Alexandre Paranhos foi o maior anotador, com 19 pontos. Fred Duarte anotou mais um duplo-duplo, com 16 pontos e dez rebotes. Herói da partida, o pivô Ricardo anotou oito pontos, todos no quarto período.

A LDO é um campeonato patrocinado pelo Banco BMG, organizado pela Liga Nacional de Basquete (LNB), em parceria com o Ministério do Esporte e Confederação Brasileira de Basquete (CBB) e apoio da Prefeitura de São Sebastião do Paraíso, Tijuca Tênis Clube e CUFA.

Alexandre Paranhos abriu o placar para o Flamengo com uma cesta de 3 pontos que levantou a torcida que compareceu em bom número para apoiar o time rubro-negro. Em seguida, Gui respondeu na mesma moeda e deu início a uma arrancada do time bauruense, que abriu vantagem.

A diferença logo alcançou dez pontos, 15 a 5, obrigando o técnico Paulo Chupeta a pedir tempo. Com a parada, o Flamengo voltou a equilibrar as ações, mas em desvantagem na disputa por rebotes - 11 a 4 no primeiro período - não conseguiu se aproximar no placar, 26 a 17.

No segundo quarto o Flamengo entrou no jogo, se recuperou na briga pelos rebotes e encostou. A dois minutos do intervalo, Diego cobrou dois lances livres e diminuiu a diferença para cinco, 36 a 31. Pouco depois, foi a vez de Gabriel receber passe de Gegê no contra-ataque colocar os rubro-negros três pontos atrás no final do primeiro tempo.

Na volta do intervalo, pesou a experiência do time baurense, que conteve as investidas do rival, que vinha principalmente com o ala Alexandre Paranhos. No ataque, o pivô André foi eficiente dentro do garrafão convertendo os pontos próximos a cesta, enquanto Gui se mantinha como ameaça constante nos tiros de longa distância.

O último quarto ficou marcado pela reação do Flamengo. A equipe entrou 11 pontos atrás e, empurrado pela torcida que cantou e vibrou a cada disputa, tirou a diferença e deixou a partida emocionante no final. O empate veio a 1:19 do final, com uma cesta de 3 pontos do pivô Rodrigo. Bruno Mazoni recolocou Bauru na frente com um lance livre.

Fred Duarte teve a chance de recolocar o Flamengo na frente quando recebeu falta, mas falhou nos dois lances livres. Do outro lado, Gui também teve a mesma chance, mas não converteu. Uma bola de 3 pontos de Felipe colocou o Flamengo na frente a 21 segundos do final.

No ataque seguinte, o pivô Fernando deixou tudo igual com um arremesso de média distância. Com 15 segundos no relógio, o Flamengo partiu para o ataque e quem apareceu novamente foi o pivô Ricardo. Ele recebeu passe dentro do garrafão e concluiu a jogada que deu a vitória ao Flamengo. Explosão na torcida rubro-negra, que não parou de festejar a conquista.

"É difícil de explicar a sensação em um momento como esse. É uma felicidade muito grande poder ajudar o Flamengo a ganhar esse título, disse, emocionado, o pivô Ricardo, herói da partida.

"Sabia que esse seria um jogo decidido nos detalhes e na somatória de todos os quartos. E em nenhum momento a nossa equipe perdeu o foco, mesmo entrando dez pontos atrás no último quarto", disse o técnico Paulo Chupeta. "Fizemos uma campanha irretocável. Perdemos apenas um jogo na competição inteira. Os meninos merecem esse título", completou.

Paulistano fica com o bronze

No jogo que antecedeu a decisão, o Paulistano/Unimed e Uniceub/BRB/Brasília decidiram a medalha de bronze. E os paulistas conquistaram um lugar no pódio com uma vitória, 70 a 51. O armador Thiaguinho, do Paulistano, foi o cestinha da partida, com 17 pontos. Pelo time do Distrito Federal, o armador Raphael foi o maior anotador, com 13 pontos.


Confira os resultados do quadrangular final da LDO

27/12 (terça-feira)
Itabom/Bauru 69 x 53 Uniceub/BRB/Brasília
Flamengo 68 x 64 Paulistano/Unimed

28/12 (quarta-feira)
Itabom/Bauru 66 x 56 Paulistano/Unimed
Flamengo 67 x 57 Uniceub/BRB/Brasília

29/12 (quinta-feira)
Uniceub/BRB/Brasília 50 x 71 Paulistano/Unimed
Flamengo 70 x 68 Itabom/Bauru

Para conferir estatísticas completas e mais imagens da LDO acesse www.liganacionaldebasquete.com.br

Guilherme Buso e Victor Moraes  | Comunicação/LNB
-- 
FarolCom | Coletivo de Imprensa
INFORMAÇÃO | CULTURA | SERVIÇO