quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Brasil vence o clássico contra Espanha e se garante na semi

Fortaleza (CE) - O Brasil está classificado para a semifinal do 2º Torneio Mundial Feminino de Futsal. A vaga veio com a vitória sobre a rival Espanha, por 2 a 1, na noite desta terça-feira (6/12), no ginásio Paulo Sarasate, em Fortaleza (CE). As brasileiras assumira m a liderança isolada do grupo A, com seis pontos, três a mais que as espanholas e venezuelanas.

Nesta quarta-feira (7/12), as sul-americanas enfrentam Angola, às 20 horas (horário local), dependendo de um empate para confirmar o primeiro lugar da chave. Já a Espanha encara a Venezuela, às 16 horas, em um confronto direto pela segunda vaga do grupo para a semifinal da competição.

Desde os primeiros movimentos as brasileiras pressionaram em busca do gol. Após algumas chances, Jessiquinha conseguiu furar o bloqueio defensivo rival, após o avanço pela ala esquerda ela chutou forte e rasteiro, vencendo a goleira Sonia Bernal, aos 8min33.

As espanholas, no entanto, responderam rápido. Após a cobrança de um escanteio, Sara Moreno chutou de fora da área e balançou as redes da meta defendida por Jozi, aos 9min28. Após o gol, as européias conseguiram encaixar a marcação e dificultaram as ações para as brasileiras.

As anfitriãs, porém, conseguiram voltar ao comando do placar aos 15min16, quando Vanessa acertou um belo chute de fora da área, fechando a contagem da primeira etapa: 2 a 1. Na metade final do confronto, a partida seguiu equilibrada. As ibéricas se lançaram mais ao ataque, enquanto o Brasil tentava ampliar o marcador para garantir de vez o triunfo.

À medida que o tempo avançava a tensão aumentava, inclusive com as duas equipes disputando os minutos finais com os respectivos limites de faltas no segundo tempo estourados.

Faltando26 segundos para o final da partida, a Espanha teve uma chance de empatar, em um tiro livre da marca dos dez metros, mas Sara Iturriaga mandou contra a trave esquerda da goleria Giga, confirmando o triunfo verde-amarelo.

"Trabalhamos para ganhar, mas a bola foi caprichosa e não quis entrar. Foi uma grande partida, as duas equipes marcaram muito bem e o segundo gol do Brasil é para se aplaudir. Fizemos um bom jogo na defesa e também no ataque, mas, como já disse a bola insistiu em não entrar", comentou o técnico espanhol, Arsênio Pascual.

A ala brasileira Vanessa, autora do tento que deu o triunfo às donas da casa, falou sobre as dificuldades para vencer as rivais. "Ficamos felizes pela vitória, mas não pelo segundo tempo. Nossa equipe se propôs a marcar, e nosso ataque não esteve muito qualificado. O que importa são os três pontos e, a partir de agora, não dá mais para errar".

Portugal bate Argentina e define classificados do grupo B
Fortaleza (CE) - A vitória de Portugal, por 5 a 2, sobre a Argentina, no inicio da noite desta terça-feira (6/12) definiu os classificados do grupo B para a semifinal do 2º Torneio Mundial Feminino de Futsal, que está sendo realizado no ginásio Paulo Sarasate, em Fortaleza (CE), e se estenderá até o próximo sábado (10/12).

Portugal e Rússia estão iguais em número de pontos -- seis pontos cada -- ocupando a liderança da chave, e, faltando uma rodada para o final da fase de classificação, não podem ser alcançados por Argentina e Japão, que ainda não pontuaram.

Aliás, a rodada final desta primeira fase terá um confronto entre os líderes e outro envolvendo os lanternas do grupo, nesta quarta-feira (7/12). Às 14 horas (horário local), Portugal e Rússia duelarão pelo primeiro lugar da chave, enquanto às 18 horas, será a vez de japonesas e argentinas confrontarem pelos primeiros pontos no campeonato.

Logo nos primeiros movimentos as portuguesas conseguiram abrir o marcador. Ana Azevedo recebeu dentro da área e completou a triangulação de passes para as redes a 1min49 de partida. Aos 4min21, foi a vez de Daniela Ferreira mandar a bola para o fundo do gol, ampliando para as lusitanas.

Melissa Antunes marcou o terceiro gol português aos 15min52, enquanto Clarissa descontou para as sul-americanas faltando 23 segundos para o final do primeiro tempo.

Na etapa complementar, no entanto, Daniela Ferreira marcou mais um e tratou de esfriar a tentativa de reação das rivais, aos 27min40. Maria Martins ainda fez mais um, aos 34min39. Mas o placar foi fechado já nos últimos segundos com mais um tento argentino, anotado novamente por Cintia, aos 39min54.

"Conseguimos nosso objetivo, que era avançar para as semifinais. Quanto ao jogo, por alguns momentos poderíamos ter ido melhor, mas o importante foi a vitória. Agora temos o duelo contra a Rússia para tentarmos o primeiro lugar do grupo, que é muito importante", disse a ala portuguesa Daniela Ferreira, que marcou dois gols no confronto.

Pelos lados da Argentina, a ala Debora Molina ressaltou a qualidade das européias. "Portugal foi um grande rival. Tentamos fazer um jogo equilibrado, mas elas aproveitaram os nossos erros", destacou a camisa dez argentina. "Ainda chegamos a fazer dois gols e lutamos até os últimos segundos", concluiu.

Venezuela supera Angola e se reabilita no Mundial Feminino
Fortaleza (CE) - A Venezuela se reabilitou da goleada sofrida diante do Brasil, por 14 a 0, na primeira rodada do 2º Torneio Mundial Feminino. O time se recuperou ao bater Angola, por 4 a 0, nesta terça-feira (6/12), pela segunda rodada do grupo A da competição, que está sendo realizada em Fortaleza (CE), no ginásio Paulo Sarasate.

Ainda nesta terça-feira, brasileiras e espanholas se enfrentam, às 20 horas (horário local), na luta pela liderança isolada da chave – ambas acumulam três pontos, mesma pontuação atingida pelas venezuelanas. Angola está na lanterna do grupo, sem pontuar, em duas partidas realizadas.

Nesta quarta-feira (7/12), a Venezuela encara a Espanha, às 16 horas. Já as africanas terão o duelo diante do Brasil, no encerramento da fase de classificação do Torneio Mundial Feminino, às 20 horas.

Derrotadas na primeira rodada, tanto Angola, quanto Venezuela precisavam da vitória para seguir com chances de avançar. As sul-americanas, no entanto, conseguiram maior efetividade no ataque e construíram a vitória de forma paulatina. No primeiro tempo, Barbara, Heide e Yaremi marcaram e abriram uma confortável vantagem de 3 a 0.

No segundo tempo, o ritmo diminuiu e as venezuelanas fecharam a vitória com um tento de Helianny, aos 25min26: 4 a 0. "Conseguimos realizar uma boa partida, com uma boa margem de gols. Agora esperamos ganhar diante da Espanha para buscar a classificação", disse a autora do último tento do jogo, Helianny.

Já a capitã angolana, Ilda, lamentou o segundo revés no Torneio Mundial Feminino. "Tivemos algumas falhas que resultaram neste placar. Cometemos alguns erros individuais, inclusive eu, como goleira, falhei, e não conseguimos marcar bem", finalizou.

Com gol solitário, Rússia passa pelo Japão
Fortaleza (CE) - A abertura da segunda rodada da fase de classificação do 2º Torneio Mundial Feminino de Futsal, que ocorre no ginásio Paulo Sarasate, em Fortaleza (CE), começou com a vitória apertada da Rússia, por 1 a 0, sobre o Japão, na tarde desta terça-feira (6/12), em confronto válido pelo grupo B.

Com o resultado, as russas assumiram a liderança isolada da chave, com seis pontos. O time, no entanto, pode ser alcançado ainda hoje pelas portuguesas, que enfrentarão a Argentina, a partir das 18 horas. Se isto ocorrer, Portugal e Rússia garantem antecipadamente as duas vagas do grupo para a semifinal da competição, que ocorre na sexta-feira (9/12).

Em um jogo equilibrado, as russas conseguiram abrir o marcador aos 4min33, com um tento de Semenova. O gol desencadeou uma mudança de postura das duas equipes. As japonesas passaram a imprimir um maior volume de jogo, enquanto as russas passaram a apostar nos contragolpes.

Na etapa final o panorama da partida permaneceu igual, mas as chances de gol foram raras, o que obrigou o treinador japonês, Massaki Arihara, a adotar a fixo Konatsu como goleira-linha. Porém, a tática não surtiu efeito e o placar terminou com a vantagem mínima em favor das européias.

"Não me considero a heroína desta vitória, o time todo foi importante e agora vamos em busca de confirmar a classificação e o primeiro lugar do grupo, que é fundamental para nossas pretensões", comentou a autora do único tento do confronto, Semenova.

Nesta quarta-feira (7/12), a Rússia encara as portuguesas, na abertura da programação de jogos do dia, às 14 horas (horário local). Já as nipônicas jogarão às 18 horas, diante da Argentina.

Fagner Pinho, Rafael Xavier e Daniel Gondim | Imprensa/Confederação Brasileira de Futebol de Salão
-- 
FarolCom | Coletivo de Imprensa
INFORMAÇÃO | CULTURA | SERVIÇO