sábado, 10 de dezembro de 2011

Brasil bate a Espanha e conquista o bi do Torneio Mundial

Fortaleza (CE) - O Brasil é bicampeão do Torneio Mundial de Futsal Feminino. A conquista veio após uma decisão épica diante da Espanha, neste sábado (10/12), no ginásio Paulo Sarasate, em Fortaleza (CE). Após o empate por 3 a 3 no tempo normal, as donas da casa consegu iram abrir a vantagem na prorrogação e ficaram com a taça com o triunfo por 4 a 3.

Assim como ocorreu na edição passada da competição, realizada na Espanha, o Brasil conseguiu superar todos os seus rivais e confirmou a hegemonia da modalidade também entre as mulheres. Além do título, o time do técnico Vander Iacovino teve também a goleadora do Torneio Mundial Feminino. Jéssika ficou com o troféu 'Bola de Ouro', com oito gols.

No jogo, as espanholas surpreenderam as brasileiras e conseguiram abrir o marcador logo a 1min13, com um gol de Isabel García. O primeiro tempo seguiu com um panorama único: o Brasil atacando e a Espanha se segurando, se aproveitando da manhã inspirada da goleira Sonia Bernal e dos erros nas finalizações das rivais.

A etapa complementar começou com o empate do Brasil. Logo aos 20min10, Jessika passou para Marcela que recebeu na área e dividiu com a arqueira espanhola. A bola morreu no fundo das redes e decretou a igualdade na capital cearense. As européias, no entanto, conseguiram retomar a vantagem aos 29min25, quando Sara Moreno fez jogada individual e finalizou no canto rasteiro de Jozi.

Após o gol, o Brasil foi para cima e logo conseguiu uma nova igualdade. Jéssika tabelou com Ju Delgado e chutou forte, fazendo 2 a 2, aos 32min48. Foi o oitavo gol da jogadora na competição, consolidando sua posição de artilheira do Torneio Mundial Feminino.

A Espanha conseguiu nova vantagem aos 38min01, quando Rosangela Sousa recebeu de costas para o gol e girou chutando no canto direito de Jozi. O gol obrigou o técnico do Brasil, Vander Iacovino, a adotar a ala Neguinha como goleira-linha. No último minuto, após intensa troca de passes, a bola sobrou para Vanessa que finalizou forte, fazendo 3 a 3, aos 39min22.

Tempo extra
Com o limite de cinco faltas atingido, as européias acabaram se complicando na prorrogação. Aos 42min16, o Brasil teve uma chance em um tiro livre da marca dos dez metros, mas a goleira Belén de Uña parou o chute de Vanessa. Porém, logo na sequência, as brasileiras roubaram uma bola no ataque e Marcela passou para Vanessa tocar entre as pernas da arqueira rival, aos 43min07.

Nos instantes finais do tempo extra, as ibéricas passaram a usar Natália Flores como goleira-linha, mas a tática não surtiu efeito e o Brasil pôde comemorar a conquista do bicampeonato mundial diante de seu torcedor. "Sabíamos que seria difícil, mas não imaginamos que seria tanto. Este título representa todo o grupo, por isso não me sinto a única responsável. Nosso elenco é muito unido e mostrou isso nesta decisão", comentou a ala Vanessa, que marcou dois dos gols na decisão.

O treinador do Brasil, Vander Iacovino, falou sobre a conquista de mais uma taça a frente do time. "As jogadoras vieram de um período intenso de jogos, e foram 15 dias de muito trabalho. Elas merecem este título. Já conquistei muitos troféus, mas ganhar qualquer título comandando a Seleção Brasileira Feminina é especial, pois as dificuldades são enormes e o valor a ser dado é muito maior", destacou.

Jéssika comemora a artilharia do Torneio Mundial Feminino

Fortaleza (CE) - O bicampeonato mundial conquistado pela Seleção Brasileira de Futsal Feminino teve a ala Jéssika como a goleadora principal do 2º Torneio Mundial Feminino de Futsal. A jogadora marcou oito gols durante a campanha vitoriosa do Brasil, que terminou neste sábado (10/12), com o triunfo verde-amarelo por 4 a 3, sobre a Espanha na decisão, realizada em Fortaleza (CE).

Aos 21 anos, Jéssika levou para casa o troféu 'Bola de Ouro' concedido ao goleador do campeonato. "Ser a artilheira da competição dá uma motivação ainda maior para seguir treinando forte. Nada mais recompensador do que conquistar a artilharia somada ao título do campeonato", disse a atleta da UnoChapecó/NTozzo/Female.

Foi a primeira vez que Jéssika conseguiu a ponta da lista de goleadoras de uma competição atuando pelo Brasil, o que segundo ela é algo diferente. "Aqui estamos representando o País inteiro. É muita gente torcendo por você e os gols que você marca mexe com uma torcida muito grande", destacou a ala.

Sobre o duelo decisivo, em que as brasileiras estiveram por três vezes em desvantagem, conquistando o empate faltando menos de um minuto para o final do tempo normal, a atleta comentou sobre a superação mostrada em quadra. "Não desacreditamos em nenhum momento, por isso conseguimos o empate e depois a virada. Sabíamos que iria dar certo".

Portugal vence a Rússia e fica em 3º no Mundial Feminino

Fortaleza (CE) - A decisão do 3º lugar do 2º Torneio Mundial Feminino terminou com vitória portuguesa. As lusitanas bateram a Rússia por 3 a 0 na manhã deste sábado (10/12), no ginásio Paulo Sarasate, em Fortaleza (CE), no confronto que antecede a decisão do título, envolvendo Brasil e Espanha.

Vice-campeãs na edição passada da competição, Portugal acabou sucumbindo na semifinal diante das espanholas, mesmo após estar vencendo por 3 a 0, elas sofreram a virada e acabaram ficando de fora da disputa do título diante do Brasil, que passou pelas russas na semi com uma goleada por 5 a 1.

No duelo Portugal abriu o marcador com um belo gol. Após jogada de Melissa Antunes, Rita Martins recebeu passe na área e mandou de calcanhar para o fundo do gol, aos 5min54. O segundo tento português foi marcado por Sônia Coelho, que contou com um desvio da bola na defesa adversária para enganar a goleira Irina, aos 7min51.

O terceiro tento das lusitanas ocorreu ainda na etapa inicial. Rita Martins marcou seu segundo gol na partida, aos 15min19, e fechou o marcador do confronto em 3 a 0.

"Tivemos uma boa participação. Na semifinal nos faltou um pouco de tranqüilidade, pois tínhamos o jogo na mão, mas creio que apresentamos um nível até melhor do que no ano passado, quando fomos vice-campeões", disse a artilheira do jogo, Rita Martins.
 
via Anderson Rios, Fagner Pinho, Rafael Xavier e Daniel Gondim | Imprensa / Confederação Brasileira de Futebol de Salão
-- 
FarolCom | Coletivo de Imprensa
INFORMAÇÃO | CULTURA | SERVIÇO