segunda-feira, 17 de outubro de 2011

LDO - Arbitragem também em desenvolvimento

Seis árbitros nacionais atuam em cada etapa da LDO | Célio Messias/LNB

Além de jovens atletas, Liga Nacional de Basquete investe também na formação de novos árbitros na disputa da LDO

A Liga de Desenvolvimento Olímpico (LDO) não visa apenas a formação de jovens atletas. Nesta competição, também existe a preocupação quanto ao desenvolvimento de novos árbitros. A experiência na LDO é fundamental para a utilização desta nova equipe no próximo NBB.

O trabalho realizado com a arbitragem é feito pela Liga Nacional de Basquete (LNB) em conjunto com a Confederação Brasileira de Basquete (CBB), através de seu departamento de arbitragem, que tem como coordenadores José Augusto Piovesan e Marcelo Ávila.

"A missão da Liga Nacional de Basquete é ter os melhores árbitros realizando as melhores arbitragens. E esta filosofia deve começar cedo, portanto a LDO serve também para o desenvolvimento dos árbitros que enfrentarão situações de jogo que exigirão deles competência para administrá-las", afirma a coordenadora de arbitragem da LNB,
Flávia Renata de Almeida.

Nesta primeira fase, a equipe de arbitragem contou com seis representantes. Três deles já tiveram alguma experiência no NBB, como é o caso de Eduardo Albano (SC), Tarcísio Magalhães (MG) e Renato Gonçalves (RJ). Já Maria Cláudia Comodaro (MG), Vinícius Simões da Silva (PR) e Leandro Sehnem (SC) devem estrear na próxima edição do NBB, que começa em novembro.

E essa experiência foi bastante proveitosa para os profissionais. "A oportunidade de trabalhar com esta nova geração de meninos é sensacional, e importante para que possamos transmitir responsabilidade para essa geração, visando sempre o crescimento do basquete. A troca de informações e o contato entre árbitros, atletas e comissões técnicas engrandece nosso trabalho", garante Eduardo Albano.

Visando o aprimoramento constante da arbitragem e sua padronização na competição, são realizadas reuniões diárias entre os árbitros, oficiais de mesa e coordenação, para troca de informações, análises de vídeos e comentários sobre as partidas e as atuações de toda a equipe.

O bom trabalho realizado na LDO será a certeza de boas oportunidades na carreira. É com esse intuito em mente que Maria Claudia Comodaro, árbitra há apenas dois anos e meio, se preparou para ter boas atuações em São Sebastião do Paraíso.

"Para quem está iniciando na carreira esta competição é o primeiro passo. Procuramos realizar nosso melhor desempenho aqui com o objetivo de estar no próximo NBB. É um sonho e um desafio grande estar na próxima edição. Além disso, poderei trabalhar com árbitros renomados que certamente irão acrescentar demais para minha carreira", comentou.

Na próxima etapa da LDO, mais seis jovens árbitros atuarão na competição. São eles: Alexandre Ribeiro da Silva (PR), Diego Chiconato (PR), Gerson Acosta (MS), Gregory Gracia (SP), João Ricci (DF) e Rafael Sulino de Castro.

A LDO é uma competição patrocinada pelo Banco BMG, organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), em parceria com a Confederação Brasileira de Basketball (CBB) e Ministério do Esporte, e apoio da Prefeitura de São Sebastião do Paraíso.

Guilherme Buso e Victor Moraes | Liga Nacional de Basquete
-- 
FarolCom | Coletivo de Imprensa
rede web de informação e cultura