sábado, 29 de outubro de 2011

Brasil é ouro nos revezamentos 4x100 m com atletas do Clube BM&FBOVESPA

Nilson André: ouro no 4x100 m | Wagner Carmo/ Inovafoto/COB

Hudson Santos de Souza ainda levou a medalha de prata nos 3.000 m com obstáculos, assim como Joelma, Geisa, Bárbara e Jailma no 4x400 m

O Brasil mostrou superioridade nos revezamentos 4x100 m, masculino e feminino, nesta sexta-feira (28/10), no Estádio Telmex, no programa de atletismo dos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara e ficou com as duas medalhas de ouro. Os dois revezamentos tiveram a participação de atletas do Clube BM&FBOVESPA. O revezamento feminino ganhou o primeiro título pan-americano para o Brasil, com Ana Cláudia Lemos Silva, que correu com Vanda Gomes, Franciela Krazucki e Rosângela Santos. As meninas venceram com 42s85 e ainda melhoraram o recorde sul-americano da prova, que era da mesma equipe, da semifinal do Mundial de Daegu, em agosto (42s92).

"Nossa passagem é o diferencial, mas agora precisamos melhorar individualmente para buscar melhores resultados no Mundial e na Olimpíada", disse Ana Cláudia, que treina com Katsuhico Nakaya, técnico do Clube de Atletismo BM&FBOVESPA e da seleção brasileira.

O time masculino teve Aílson Feitosa e Nilson André, do Clube BM&FBOVESPA, que se juntaram a Sandro Vianna e Bruno Lins para dar o segundo ouro ao Brasil no 4x100 m, com 38s18 - o time igualou o recorde pan-americano, que é do Brasil, obtido nos Jogos Pan-Americanos de Winnipeg/1999. Saint Kitts e Nevis ficou com a medalha de prata (38s81) e os Estados Unidos com a de bronze (39s17). O quarteto fez uma largada boa e foi eficiente na passagem do bastão, fundamento que é muito trabalhado pelo técnico Katsuhico Nakaya. Foi o quarto título do Brasil na prova (tinha ganho em Winnipeg/1999, Santo Domingo/2003 e Rio/2007).

"Estávamos bem preparados, muito bem treinados. Foi emocionante correr assim forte, igualando o recorde. Agora, é treinar para continuar dando certo. Quando é ouro a gente nem tem muito o que falar", observou Nilson André.

O Clube de Atletismo BM&FBOVESPA levou a medalha de prata no 4x400 m feminino para o Brasil. Todas as integrantes da equipe são atletas do Clube - Joelma Neves Souza, Bárbara Farias de Oliveira, Geisa Coutinho e Jailma Sales de Lima ficaram em segundo, com 3min29s59. Cuba ficou com o ouro (3min28s09) e a Colômbia com o bronze (3min29s94).

O brasiliense Hudson Santos de Souza levou a medalha de prata nos 3.000 m com obstáculos (8min48s75), numa corrida muito equlibrada, definida nos últimos 400 metros numa arrancada forte. O venezuelano Jose Peña ganhou a medalha de ouro (8min48s19) e o cubano Jose Alberto Sanchez (8min49s75) a de bronze. "O Peña bateu no obstáculo. Eu olhei para ele e acabei batendo também. Se eu tivesse saído um pouquinho antes, dava para ter feito uma chegada melhor", contou Hudson, que optou por correr no pelotão, oscilando entre o segundo e o sétimo lugares. "Queria fechar a minha carreira em pan-americanos com um ouro, mas vai ser com a prata", disse Hudson, que já tinha duas medalhas de ouro, ganhas no Pan-Americano de Santo Domingo, nos 1.500 m e nos 5.000 m.

Outros resultados dos atletas do Clube de Atletismo BM&FBOVESPA: Fábio Gomes da Silva ficou em 5º no salto com vara (5,30 m), prova vencida pelo cubano Lazaro Borges (5,80 m); Fernanda Borges foi 7ª (54,56 m) e Elisângela Adriano a 8ª (54,08 m) no lançamento do disco - a cubana Yarelys Barrios (66,40 m) levou o ouro. Júlio Cesar Oliveira foi 6º no lançamento do dardo (76,24 m), que teve vitória do cubano Guillermo Martinez (87,20 m).

Programa de provas dos atletas do Clube BM&FBOVESPA neste sábado (horário de Brasília)

10h30 - 50 km marcha atlética: Mário José dos Santos Júnior

O Clube de Atletismo BM&FBOVESPA integra o Instituto BM&FBOVESPA e tem parceria com a Nike, o Pão de Açúcar e a Prefeitura de São Caetano.

Mais informações: www.clubedeatletismo.com.br e
www.clubedeatletismo.org.br

via Local
-- 
FarolCom | Coletivo de Imprensa
rede web de informação e cultura