segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Unilever começa a trabalhar o entrosamento do time

Ana Carolina | Luiz Doro/ adorofoto

Com nove das 14 contratadas para 2011/2012 já treinando no Rio, "é hora de ir juntando a equipe", diz o assistente técnico Ricardo Tabach

Com o início das atividades para a temporada 2011/2012 prestes a completar quatro meses, a equipe Unilever já treina coletivamente. Os assistentes técnicos Helio Griner e Ricardo Tabach, que dirigem o grupo na ausência do técnico Bernardinho, ainda no comando da seleção brasileira masculina, inicialmente deram ênfase ao trabalho técnico individual. Desde o término da Universíade, no fim de agosto, e já contando com nove das 14 jogadoras contratadas, a comissão técnica vem priorizando o trabalho técnico de entrosamento, com destaque para os fundamentos de ataque e bloqueio.

"Primeiro tivemos os Jogos Mundiais Militares e, na sequência, a Universíade, competições que contaram com várias jogadoras da Unilever, fora aquelas que estão à disposição da seleção brasileira principal. O nosso grupo ficou bastante reduzido e optamos por desenvolver um trabalho individual e específico, tanto técnico quanto físico, para as atletas que ficaram no time. Agora, chegou o momento de começar a juntar a equipe", comemora Tabach. "Estamos no estágio de aperfeiçoar o entrosamento e a parte ofensiva", acrescenta.

Segundo Tabach, a experiente levantadora Fernanda Venturini tem sido uma peça valiosa nesse início de preparação. "Por sua história e experiência, ela tem ajudado bastante as nossas centrais mais novas com a puxada, o tempo de bola. A Fernanda tem sido paciente e transmite muita tranquilidade", diz.

Tabach também lembra que, após esses meses iniciais de aprimoramento técnico individual, algumas jogadoras evoluíram bastante. E cita a meio-de-rede Mara, caçula do time. "É uma jogadora de muito potencial e, como recebeu uma atenção especial neste início de temporada, está mais confiante. É notória a sua evolução no ataque", elogia, lembrando que o grupo da Unilever só estará completo às vésperas da Superliga, já que cinco representantes do time estão na seleção adulta: a líbero Fabi, as ponteiras Mari e Natália, a oposta Sheilla e a meio-de-rede Juciely.

O preparador físico Marco Antônio Jardim acompanha o ritmo da mudança de treinamento em quadra. "Já adicionamos ao treinamento de força e flexibilidade, ao qual demos ênfase inicialmente, exercícios de deslocamento em velocidade, coordenação de deslocamento e potência de membros superiores", diz. Com relação ao trabalho físico desenvolvido nestes primeiros meses, Jardim destaca o bom resultado da meio-de-rede Ana Carolina, novata no grupo. "Trata-se de uma jogadora forte e íntegra fisicamente, com muita força e potência apropriadas para o vôlei".

Mais informações em www.unilevervolei.com.br

via Local
-- 
FarolCom | Coletivo de Imprensa
rede web de informação e cultura