sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Arsenal segue rumo a terceira vitória na LBFA

Foto e Prosa

O time embarca na quinta-feira para Santa Catarina onde enfrenta o invicto Joinville Gladiators

O Cuiabá Arsenal retorna aos gramados neste sábado (03/09) para realizar a terceira partida da equipe pela Liga Brasileira de Futebol Americano (LBFA). O adversário é o tri-campeão catarinense Joinville Gladiators. Ambas as equipes continuam invictas na competição. A partida acontece às 14 horas no S.E.R Tigre.

Um duelo que tem tudo para marcar a historia do futebol americano no Brasil. Além de nunca terem se enfrentado, os dois times possuem reforços americanos o que aumenta o nível da partida. Para esse jogo, o Arsenal reforçou o bloqueio e ensaiou várias novas jogadas de ataque.

O último treino da equipe será hoje das 22 às 24 horas no campo do SESI Clube Cristo Rei em Várzea Grande. Na quinta-feira os cerca de 40 jogadores embarcam às 18 horas na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). O time ainda não está completo porque alguns atletas aguardam algum apoio financeiro para conseguir custear a alimentação durante a viagem e no local da partida. Esta deve ser uma das mais longas viagens da competição, com 26 horas na estrada.

No entanto as dificuldades até agora e o cansaço da viagem são apenas detalhes para uma equipe com tamanha motivação. É o que garante o técnico Matt Rahn, para ele é difícil imaginar outro time que tenha trabalhado tão duro quanto o Arsenal. "O empenho destes jogadores está acima da média. É um grupo de excelentes homens", afirmou.

Mesmo com a dura rotina de trabalho e estudos, a maioria dos jogadores compareceu rigorosamente aos quatro treinos semanais durante todo o mês de agosto. O jogador Jéferson Alberto pegou folga do trabalho em Rondônia apenas para jogar está partida. "Eu treino sozinho lá e quando tem jogo eu venho uns 10 dias antes para aprender todas as estratégias novas e me dedicar exclusivamente ao time", conta.

Para ele, a cada ano o comprometimento dos jogadores cresce ainda mais o que aumenta a qualidade técnica e física das equipes. "O Gladiators é um desses times. São muito fortes e entrosados, precisamos mostrar o nosso melhor".

O jogador Paulo Ribeiro é o segundo capitão da linha de ataque, além de jogar, ele ajuda a treinar o grupo e não da moleza. "Ninguém chegou aos 100% ainda, isso quer dizer que todos podem fazer mais pela equipe. Precisamos explorar essas potencialidades".

Sobre a partida contra o Gladiators, o jogador é enfático. "Seremos em menor número, porém os melhores. Estamos indo para fazer a melhor partida da temporada". 
--
Caroline Pilz Pinnow |  Imprensa
--
FarolComColetivo de Imprensa
rede web de informação e cultura