segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Cruz Nonata se recupera de queda para ser melhor brasileira na Meia do Rio

Cruz Nonata, melhor brasileira na Meia do Rio | Agência Luz/ BM&FBOVESPA

A fundista do Clube de Atletismo BM&FBOVESPA se envolveu em um acidente com uma corredora italiana, caiu, levantou, seguiu para cruzar em terceiro como a melhor brasileira

São Paulo - A 15ª edição da Meia Maratona do Rio de Janeiro teve vitória da queniana Eunice Kirwa com recorde da prova (1h10s29), mas foi marcada também por uma história de superação, após queda da italiana Nadia Ejjafini que derrubou a piauiense Cruz Nonata. Após o tombo as duas se levantaram e Cruz, atleta do Clube BM&FBOVESPA, ainda cruzou em terceiro, para ser a melhor brasileira na competição, com 1h11s50 para os 21.097 metros.Nadia fez a prova em 1h11s08.

Eunice Kirwa e a brasileira Cruz Nonata se revezaram na primeira posição desde o início. A Italiana Nadia Ejjafini acompanhava o pelotão de elite até a Praia de Copacabana, quando perdeu o equilíbrio na passada, caiu no chão e derrubou a brasileira. Cruz Nonata levantou-se e retomou a corrida imediatamente, apesar do susto, antes mesmo da adversária italiana. No fim, depois de cruzar a linha de chegada, no Aterro do Flamengo, explicou. "Foi uma queda do nada. Ela levou um tombo e eu vinha em seguida. O jeito, nessa hora, foi levantar e esquecer para continuar na corrida", explicou Cruz, feliz com o resultado.

O Clube de Atletismo BM&FBOVESPA integra o Instituto BM&FBOVESPA e tem parceria com o Pão de Açúcar e a Prefeitura de São Caetano e apoio da Nike.

Mais informações: www.clubedeatletismo.com.br e
www.clubedeatletismo.org.br

via Local
--
FarolCom | Coletivo de Imprensa
rede web de informação e cultura